Garrafa de Vinho: conheça os diferentes formatos, tamanhos e seus curiosos nomes

Garrafa de Vinho

No mercado de vinhos existem garrafas com diversos tamanhos, formatos e nomes – alguns bem interessantes, por sinal.

Há um ditado que diz que um bom vinho se reconhece pela garrafa. Será que é uma verdade ou apenas mais um dos mitos gerados em torno da bebida? De uma coisa temos certeza: o tamanho da garrafa pode influenciar diretamente na conservação do vinho.

Nesta publicação você vai conhecer os diferentes tipos de garrafa de vinho, seus formatos, nomes e as principais diferenças entre elas.

O surgimento da garrafa de vidro

O armazenamento do vinho sempre foi um problema. Na Idade Média a bebida era armazenada em tonéis de madeira, mas sofria com o problema de oxidação devido ao ambiente e ao contato com o ar.

No Império Romano, a guarda do vinho era feita em vasilhames de couro, cerâmica ou barro. Naquele tempo, adicionavam conservantes aos vinhos para que eles não estragassem. Porém, isso alterava o seu sabor.

Foi por volta de 1600 que a garrafa de vinho passou a ser feita com vidro, mas no início, ela era fina e frágil. Com a chegada da Revolução Industrial, tudo mudou! A garrafa passou a ser produzida em larga escala e tornou-se muito mais resistente.

A estrutura da garrafa de vinho

A estrutura da garrafa de vinho

Da base ao gargalo, conheça todas as partes que formam a estrutura de uma garrafa de vinho:

Base

A base da garrafa é a parte inferior do recipiente. Geralmente, tem um formato côncavo que desperta curiosidade nas pessoas, e deu origem a diversas teorias sobre o assunto. O que podemos afirmar é que a concavidade do fundo nada tem a ver com a qualidade do vinho armazenado.

Bojo

Bojo é a parte mais larga da garrafa, também chamada de corpo. Algumas garrafas têm o bojo mais largo do que outras, como veremos ao longo deste conteúdo.

Ombro

Olhando a garrafa de baixo para cima, o ombro é a região em que o recipiente se afunila, e recebe este nome pela semelhança com esta parte do corpo humano. Alguns formatos de garrafas têm ombros que, segundo teorias, servem para reter os sedimentos no momento em que o vinho estiver sendo servido.

Pescoço

É a parte que fica entre o ombro e o gargalo, sendo a parte mais estreita de uma garrafa. O pescoço de uma garrafa geralmente vem envolvido por uma cápsula de proteção, que deve ser cortada no momento da abertura do vinho.

Gargalo

Por fim, temos o gargalo da garrafa na parte superior. É por essa parte que o vinho é servido. Por isso, ele deve ser reforçado e resistente para segurar a rolha. Além disso, na área do gargalo o vidro é levemente saltado para fora.

Os diferentes formatos das garrafas de vinho

Ao longo dos séculos diversos formatos de garrafas de vinho surgiram para armazenar os mais variados tipos e estilos de vinho. Veja abaixo quais são os formatos mais conhecidos:

Garrafa Bordeaux

Garrafa Bordeaux

A garrafa Bordeaux é a mais conhecida e fácil de encontrar. Ela possui os lados paralelos, os ombros altos e o fundo côncavo, e é utilizada para armazenar a maioria dos vinhos tintos, além de alguns brancos e rosés.

Como o próprio nome sugere, a garrafa foi criada na região de Bordeaux, na França, e não há explicação exata a respeito de seu formato. No entanto, há quem especule que seus ombros servem para reter os sedimentos no momento em que o vinho estiver sendo servido.

Garrafa Borgonha

Garrafa Borgonha

Considerada uma das mais antigas garrafas de vinho, a garrafa Borgonha tem um formato mais robusto se comparada à garrafa Bordeaux.

Criada no século 19, na Borgonha, França, a garrafa é utilizada para o armazenamento dos vinhos criados em sua região de origem, mas tornou-se bastante popular em todo o mundo e hoje armazena uma boa parcela de vinhos brancos e tintos feitos com as uvas Chardonnay e Pinot Noir.

Garrafa Alsácia

Garrafa Alsácia

É uma garrafa criada para o armazenamento dos vinhos da uva Riesling. Porém, hoje, também é utilizada para outras bebidas na Hungria e Alemanha.

Possui um formato curioso, pois é uma garrafa mais fina e comprida que as demais, e acredita-se que seu formato mais estreito foi desenvolvido para que assim pudessem ganhar espaço de armazenamento nos navios.

Garrafa Porto

Garrafa Porto

Esta é a garrafa onde são armazenados os vinho do Porto, Jerez, Madeira e outros vinhos fortificados. Os ombros acentuados são semelhantes à garrafa Bordeaux, no entanto, ela se diferencia pela protuberância no pescoço que impede que as borras caiam na taça no momento de servir. As garrafas de vinho do Porto também se diferenciam por serem mais escuras e mais grossas.

As cores das garrafas de vinho

As cores das garrafas de vinho

O produtor deve escolher a cor da garrafa em que irá armazenar o vinho. Geralmente, as garrafas são verdes, transparentes ou com diferentes tonalidades de âmbar. Quanto mais escura a garrafa, mais ela vai proteger a bebida da luz, evitando a oxidação do líquido.

Os vinhos espumantes, brancos e rosés são mais sensíveis à luz do que os tintos, e em teoria, deveriam ser armazenados em garrafas mais escuras possíveis. No entanto, por uma questão de marketing, são armazenados em garrafas transparentes, pois desta forma, o consumidor é atraído pela cor da bebida.

Também devemos ressaltar que as garrafas transparentes são utilizadas para vinhos de consumo rápido, pois como a exposição à luz é maior, podem deteriorar com o tempo.

Os tamanhos das garrafas de vinho

Outro detalhe é que a garrafa de vinho se diferencia pela quantidade de líquido que comporta, sendo que as convencionais têm capacidade para 750ml.

Mas será que o tamanho da garrafa pode influenciar diretamente na conservação do vinho? Sim! Isso acontece porque o tamanho do pescoço das garrafas menores não é tão diferente das garrafas maiores, permitindo a entrada da mesma quantidade de ar.

Desta forma, uma garrafa que comporta muito menos líquido vai sofrer mais com a ação do oxigênio do que uma garrafa com grande capacidade de armazenamento.

Confira os diferentes tamanhos das garrafas de vinho e seus curiosos nomes:

Garrafas de vinho
-
Piccolo ou Split - 187ml
Meia garrafa - 375ml
Convencional - 750ml
Magnum - 1,5L
Double Magnum - 3L
Jeroboam - 4,5L
Rehoboam - 4,5L (Espumantes)
Imperial ou Matusalém - 6L
Salmanazar - 9L
Baltazar - 12L
Nabucodonosor - 15L
Salomão ou Melquior - 18L

Conclusão:

Vimos nesta publicação os principais formatos de garrafas de vinho, mas não todos. Ainda existem muitos outros formatos curiosos espalhados pelo mundo, alguns criados especialmente para determinados produtores ou vinhos específicos.

Também concluímos que os diferentes tamanhos e cores de garrafas podem influenciar diretamente na conservação do vinho.

Na Vino Mundi, além das tradicionais garrafas de 750ml, temos excelentes vinhos em garrafas de 187ml, 200ml, 375ml e 1,5L, sendo perfeitas para as mais diversas ocasiões e necessidades.

Independente do tamanho ou formato, peça seu vinho em nossa loja virtual. É rápido, fácil e seguro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.